quarta-feira, 23 de março de 2011

Leitura livre (I)



"Ad Helviam matrem de consolatione" (Sêneca)


V - (...)

A desventura é grave para aquêles a quem chega inesperadamente; fàcilmente a suporta quem sempre a espera. Assim, também o ataque de um exército inimigo dispersa os soldados tomados de surprêsa; mas se preparados para a guerra antes da guerra, ordenados e prontos repelem a primeira investida, que é a mais furiosa.

____________________


孫子兵法 (孫武)


Mestre Sun

Nos tempos antigos, os guerreiros hábeis antes tornavam-se invencíveis e só depois buscavam a vulnerabilidade do inimigo.

Zhang Yu

Tornar-te invencível significa conhecer a ti mesmo, perceber a vulnerabilidade do inimigo significa conhecer os outros.

Mei Yaochen

Esconde tua forma, mantém a ordem interna e fica atento a possíveis lacunas e descuidos do inimigo.

Mestre Sun

A invencibilidade está em ti mesmo, a vulnerabilidade está no adversário.

Du Mu

Mantendo o teu próprio exército em ordem, sempre preparado para o confronto, elimina teus vestígios e esconde tua forma, tornando-te inescrutável ao adversário. Quando percebes que podes tirar proveito do oponente, entra em ação.


____________________


易經

5. HSU / A ESPERA (NUTRIÇÃO)

(...)

JULGAMENTO

A ESPERA.
Se você é sincero, tem a luz e o sucesso.
A perseverança traz boa fortuna.
É favorável atravessar a grande água.

(...)

Alguém se encontra diante de um perigo que deve ser superado. Fraqueza e impaciência nada conseguirão. Só o forte pode enfrentar seu destino, pois, graças à sua segurança interior, ele é capaz de resistir.

(...)

IMAGEM

Nuvens se elevam no céu: a imagem da ESPERA.
Assim o homem superior come e bebe,
permanece alegre e de bom humor.

Quando as nuvens se elevam nos céus, é sinal de chuva. Não há nada a fazer senão esperar que a chuva caia. O mesmo ocorre na vida quando o destino articula seus movimentos. Não se deve ceder a preocupações nem procurar moldar o destino com intervenções prematuras. Ao contrário, deve-se com tranqüilidade, fortificar o corpo, comendo e bebendo, e o espírito, através da alegria e do bom humor. O destino virá no seu tempo devido e então se estará preparado.

____________________


"Ad Helviam matrem de consolatione" (Sêneca) - continuação


(...) Nunca me entreguei à sorte, mesmo quando parecia que estivesse em paz comigo; todos os favores, dos quais muito generosamente me cercava (riquezas, cargos, prestígio), coloquei-os em tal lugar de onde pudesse retomá-los, sem me aborrecer. Deixei sempre grande distância entre mim e êles: tirou-me os favores, portanto, não mos arrancou. A sorte contrária não diminui senão os homens que se deixaram enganar pela prosperidade. Os homens que se agarram a seus presentes como a coisas das quais temos perpétua propriedade e que por êles querem ser invejados pelos outros, jazem prostrados e aflitos, quando os deleites falsos e fugazes abandonam sua alma vã e pueril, que ignora qualquer prazer real; mas, quem na prosperidade não se orgulhou, não se abala se as coisas mudam. Contra um e outro estado tem uma alma invicta, cheia de firmeza já experimentada, porque experimentou na boa sorte o que é útil contra a infelicidade.


Nenhum comentário: